10 habilidades dos profissionais mais importantes no “novo normal”.

10 habilidades dos profissionais mais importantes no “novo normal”.

10 habilidades dos profissionais mais importantes no “novo normal”.

Sabemos que desde o início de 2020 tudo se tornou bem mais desafiador Não é de agora que tem se falado a respeito da Quarta Revolução Industrial e suas tendências, mas com a chegada da pandemia as empresas e os profissionais foram obrigados a acelerar esse processo para se adaptar ao “novo normal”. 

Sem dúvida, se tornou necessário olhar para os outros desafios potenciais e oportunidades do mundo pós pandemia, além das inúmeras mudanças e adaptações no comportamento da sociedade e efeitos psicológicos, qualidade da governança e competências dos líderes, impacto na geopolítica e meio ambiente, sistemas de saúde e o novo tecnológico e industrial. As empresas têm buscado habilidades diferentes do que se era esperado antes, por isso no artigo de hoje vamos falar a respeito das 10 habilidades dos profissionais mais importantes no “novo normal”.

1. Resolução de problemas

Independentemente da área de formação ou atuação, o profissional do novo normal precisa ter o foco na solução e não no problema em si. Não sabemos quando uma nova crise vai surgir e as pessoas mais preparadas são aquelas que estão prontas para agir o mais rápido possível. Por isso, acostume-se a levar o problema já com sua sugestão para resolução ou alternativas para a situação. Isso inclui também propor soluções para mediação de conflitos.

2. Trabalho em equipe

Com o trabalho remoto, o trabalho em equipe ganhou uma importância ainda maior. Você consegue colaborar com seu time mesmo a distância? Como a sua interação com as pessoas favorece um ambiente colaborativo e de solução de problemas? Sendo assim, é importante que você realize 1:1s regulares (semanais/quinzenais) com profissionais de sua equipe e também de outras áreas para entender como podem colaborar melhor. 

3. Proatividade 

Não adianta ter proatividade para fazer a coisa errada. A proatividade está relacionada com a capacidade de ter autonomia e iniciativa para fazer o que precisa ser feito, mas da forma correta! Não confunda ser proativo com ser prestativo, estar disponível pra ajudar não é a mesma coisa do que ter iniciativa pra fazer a coisa certa sem que alguém esteja cobrando. Então, analise as situações e acontecimentos e reflita na seguinte questão:  Como suas habilidades e capacidades podem ajudar a resolver o problema em questão? Converse com o líder do projeto e ofereça sua solução.

4. Criatividade

Para que você consiga ter cada vez mais soluções para os mais diversos problemas, é importante ter a habilidade de pensar e criar novas possibilidades, novos processos e um novo futuro. A criatividade foi uma habilidade considerada restrita ao audiovisual e comunicação durante muito tempo. Porém, é uma habilidade que pode ser desenvolvida por qualquer pessoa. Para que você possa desenvolver a criatividade em você, e continuar desempenhando um bom papel, aplique a técnica do 70 x 20 x 10. Dedique 70% do seu tempo nas suas atividades principais, 20% no desenvolvimento de novas possibilidades e 10% dedique a pensar ou trabalhar algo totalmente novo que possa “abrir a cabeça” como uma nova leitura, um podcast, etc. 

5. Pensamento crítico

Ser um profissional com pensamento crítico será uma habilidade muito valiosa nos próximos anos. Os pensadores críticos são muito bem-vindos a qualquer equipe de trabalho. Isso porque o pensamento crítico envolve raciocínio e lógica. O profissional do futuro deverá ser capaz de usar tanto a lógica quanto o raciocínio para questionar determinados problemas, identificar os “prós” e “contras”, ponderá-los e considerar as diferentes soluções para os obstáculos. Para desenvolver esta habilidade é importante estar aberto a ouvir sempre os dois lados da história, pesquisar muito a respeito do assunto e “gastar tempo” analisando todas as possibilidades. 

6. Flexibilidade e resiliência

Uma coisa é certa, as formas como as empresas operam e trabalham vão mudar. O mundo já estava se transformando rapidamente, mas a pandemia acelerou ainda mais essa transformação. Alguém que tenha sucesso no mundo pós-coronavírus precisará ser capaz de se adaptar aos locais de trabalho em constante evolução e ter o desejo de se manter atualizado constantemente. 

7. Organização e autonomia

No ambiente remoto não terá um líder vendo o tempo todo o que você está fazendo. Por isso, você precisará ser uma pessoa organizada o suficiente para dedicar tempo às suas entregas, ao seu descanso e ao seu lazer. Organizar o próprio tempo com autonomia é um dos principais desafios do profissional do novo normal.

8. Autoconfiança

Sabemos da  importância das múltiplas inteligências e de buscar aumentar o seu desempenho e minimizar os seus sabotadores. Tudo isso vai fortalecer a sua capacidade de tomar decisões assertivas e ter autoconfiança para lidar com todos os desafios que surgirem ao longo da jornada profissional.

9. Liderança

Significa que independentemente do seu cargo, se você é, por exemplo, uma médica concursada ou se é uma médica que atua em seu próprio consultório, você vai precisar treinar pessoas nos seus métodos para que você possa evoluir e assumir desafios novos, sem que a sua demanda e seus clientes sejam prejudicados. Para isso, você precisa conhecer seu estilo de liderança e lembrar que a liderança é situacional.

10. Senso de dono

Independentemente de onde você estiver, ter espírito de dono é fundamental, agir e se responsabilizar como se fosse o dono do negócio. Caso você já tenha seu negócio é uma habilidade que você precisa identificar, desenvolver e valorizar no seu time, uma boa prática para isso é: observar o dia a dia de sua empresa e listar os 3 processos/atividades que podem ser melhorados. 

Concluindo, a pandemia acelerou a necessidade de garantir que pessoas em todo o mundo tenham habilidades tecnológicas necessárias e acesso para realizar seus trabalhos. A boa notícia é que nunca foi tão fácil melhorar as competências. Para aqueles que ganharam um tempinho com o trabalho remoto, pois não precisam mais se locomover até o escritório, há uma oportunidade de usar essas horas para adquirir novas habilidades.

    Share on linkedin
    Share on google
    Share on facebook
    Share on twitter

    Outros artigos que podem te interessar

    Automatização do Cálculo de PLR: Superando Desafios e Maximizando Benefícios.

    Neste artigo, iremos descobrir juntos como a automatização do cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) pode te ajudar a superar desafios, maximizar benefícios e simplicar operações. O cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma tarefa complexa que envolve diversos parâmetros, variáveis e considerações. Realizá-lo manualmente impõe uma série de desafios

    Programas de Incentivos Variáveis: Cinco Dicas para criar um programa de incentivos variáveis bem-sucedido.

    Implementar um programa de incentivos variáveis é uma estratégia poderosa para motivar equipes e impulsionar o desempenho em 2024. Contudo, o sucesso dessa iniciativa requer uma abordagem cuidadosa e estruturada. Neste artigo, exploraremos cinco dicas essenciais para criar e manter um programa bem-sucedido que não apenas motive, mas também contribua para o sucesso geral da

    Impulsionando Equipes: Estratégias de Incentivo que Transformam Resultados

    Se você busca não apenas atingir metas, mas superá-las com uma equipe motivada e engajada, é hora de ir além dos métodos convencionais. Descubra como as estratégias de incentivo, sejam elas financeiras ou não, podem ser poderosos catalisadores para elevar não apenas a produtividade, mas também o moral e a coesão da equipe. 1. Incentivos

    Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente

      pt_BR