Os indicadores de performance mais importantes para o varejo.

Os indicadores de performance mais importantes para o varejo.

Muito falamos a respeito dos indicadores de performance e sobre a sua importância dentro da gestão de performance e resultados. Mas, você sabe quais são os indicadores de performance mais importantes para o varejo?

No artigo de hoje vamos entender o que são indicadores de performance, qual é a sua importância e quais têm maior impacto no mercado varejista. 

Entendendo o que é indicador de performance e sua importância no varejo. 

Os indicadores de performance ou como também são conhecidos por Indicadores chave de desempenho, são ferramentas de gestão para se realizar a medição e o nível de  sucesso de um determinado processo, pessoa ou empresa. Esses indicadores, vão mostrar o quão bem os objetivos estão caminhando rumo ao resultado desejado. 

É importante lembrar que os indicadores de performance devem ser definidos de acordo com o segmento de atuação da empresa, objetivos a serem mensurados e também a área de atuação da equipe que está sendo acompanhada. No varejo, por exemplo, os indicadores de performance que vão medir os resultados da equipe de vendas não necessariamente precisam ser exatamente iguais aos indicadores da equipe de expedição ou suporte. A definição de quais indicadores são essenciais para medir esses resultados estão de acordo com o resultado final que a empresa ou equipe precisa alcançar. 

Afinal, quais são os indicadores de performance mais importantes do varejo?

Os Indicadores de Desempenho são essenciais para qualquer empresa entender e conquistar sua posição no mercado por meio de análise de dados e estratégias de crescimento bem pensadas. Por isso, selecionamos 06 indicadores de performance mais importantes e usados no varejo.

1. Faturamento Bruto

O Faturamento Bruto é um dos indicadores mais simples, através dele você será capaz de identificar o valor total de vendas diretamente. Com ele, é possível entender como está o desempenho financeiro do negócio.

Tornando mais visíveis as perspectivas de crescimento da empresa, ajudando até na etapa de definição de metas e objetivos para atender as necessidades da empresa. Inclusive, com os dados do faturamento bruto você poderá mudar a sua estratégia e foco a partir desse indicador.

2. Quantidade de Vendas

Aqui, você pode visualizar as vendas em comparação com os períodos anteriores ou específicos. Com essa métrica, as empresas podem analisar as taxas de conversão de clientes. 

Porém, esse indicador precisa de muita atenção, pois é necessário reunir informações prévias como: valor do fluxo de caixa; Elaborar relatórios de vendas realizadas. Além disso, as métricas de receita total, juntamente com as vendas, permitem que as empresas formulem ações estratégicas eficazes para o crescimento dos negócios.

3. Ticket médio 

O Ticket Médio é um indicador de performance que fornece a média de vendas por cliente. Para calcular o ticket médio, basta dividir a receita total pelo número de vendas desse período. Também é possível calcular o ticket médio de um determinado produto, serviço  ou categoria de acordo com as necessidades da empresa. 

Em conjunto com outros indicadores de performance importantes para o varejo, o ticket médio fornece informações valiosas para a elaboração de um planejamento de vendas, além de ajudar a melhorar os resultados. Porém, esse indicador deve ser analisado e interpretado baseado em seu histórico de medição, pois um único valor não conta a história de como está indo o desempenho da empresa. 

4. Margem de Contribuição

A Margem de Contribuição é um indicador de performance que mostra o valor da receita que será utilizada para cobrir as despesas fixas do negócio e quanto de lucro será obtido.

O Indicador de performance, Margem de Contribuição, possui  4 tipos variações:

  • Margem Unitária: É importante para entender quais produtos ou serviços possuem maiores margens ou não.
  • Margem Total: É importante para analisar a performance das operações e se a estratégia de venda está de acordo com a necessidade atual da empresa.
  • Margem por Canal: É necessário fazer a separação das categorias de produtos ou serviços e por canal de vendas para que, dessa forma, se torne mais simples explorar suas margens.
  • Margem por Vendedor:  Essa margem é capaz de identificar a margem das vendas que cada vendedor tem realizado.

5. Absenteísmo

De acordo com Idalberto Chiavenato o Absenteísmo, também chamado de ausentismo, é a soma dos períodos em que o funcionário esteve ausente no trabalho, independentemente do motivo.

É importante ressaltar que as férias dos funcionários não entram neste cálculo, já que as férias é considerado um direito trabalhista. 

6. Satisfação do cliente

A satisfação do cliente é um indicador que mede o bom relacionamento dos clientes com um funcionário, serviço ou marca. É através de uma pesquisa de satisfação que a empresa pode ter um feedback quantitativo e representativo sobre o que o cliente pensa. Sendo assim, é possível minimizar os impactos negativos das atividades e aprimorar as soluções de forma eficiente, inovadora, criativa e personalizada.

Ou seja, a satisfação é um sentimento que o cliente gera assim que compra um produto ou serviço. Se essa ação não atender às suas expectativas, você ficará insatisfeito com a empresa ou com a marca.

Por que é importante medir e acompanhar os indicadores de performance no varejo. 

É importante medir os indicadores de performance, pois eles são importantes para que você consiga atingir as metas definidas no planejamento estratégico seguindo o direcionamento correto.

Sabemos que o mercado varejista muitas vezes possui metas ousadas, independente de serem relacionadas ao financeiro da empresa ou não, depende muito da busca em entregar bons e consistentes resultados.

Para que a liderança possa entender quais foram os esforços que o time investiu para a entrega dos resultados, é essencial contar com um bom sistema de  gestão de indicadores de performance. Desta forma, a facilidade de acompanhar e gerenciar todas as etapas do processo se torna muito mais fácil e eficiente. 

Mas, como saber se o meu sistema de gestão de indicadores de performance, vai me ajudar nesta etapa? Existem alguns pré requisitos que você precisa ter em mente na hora de contratar um sistema tão importante e que fará tanta diferença nos resultados da sua empresa. 

Leia: Atenção ao escolher um sistema de gestão de performance para empresa.

Agora que você já conhece alguns dos indicadores de performance mais importantes para o varejo, está na hora de dar o próximo passo, definindo quais são os indicadores que vão ser usados na sua estratégia e buscando um sistema de gestão completo e que possa te ajudar em todas as etapas do processo de gestão de performance e desempenho do varejo. 


    Share on linkedin
    Share on google
    Share on facebook
    Share on twitter

    Outros artigos que podem te interessar

    Automatização do Cálculo de PLR: Superando Desafios e Maximizando Benefícios.

    Neste artigo, iremos descobrir juntos como a automatização do cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) pode te ajudar a superar desafios, maximizar benefícios e simplicar operações. O cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma tarefa complexa que envolve diversos parâmetros, variáveis e considerações. Realizá-lo manualmente impõe uma série de desafios

    Programas de Incentivos Variáveis: Cinco Dicas para criar um programa de incentivos variáveis bem-sucedido.

    Implementar um programa de incentivos variáveis é uma estratégia poderosa para motivar equipes e impulsionar o desempenho em 2024. Contudo, o sucesso dessa iniciativa requer uma abordagem cuidadosa e estruturada. Neste artigo, exploraremos cinco dicas essenciais para criar e manter um programa bem-sucedido que não apenas motive, mas também contribua para o sucesso geral da

    Impulsionando Equipes: Estratégias de Incentivo que Transformam Resultados

    Se você busca não apenas atingir metas, mas superá-las com uma equipe motivada e engajada, é hora de ir além dos métodos convencionais. Descubra como as estratégias de incentivo, sejam elas financeiras ou não, podem ser poderosos catalisadores para elevar não apenas a produtividade, mas também o moral e a coesão da equipe. 1. Incentivos

    Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente

      pt_BR