O que é um PDI e como realizar um Plano de desenvolvimento individual?

O que é um PDI e como realizar um Plano de desenvolvimento individual?

Esta sigla PDI representa o termo Plano de Desenvolvimento Individual, este termo tem crescido e ganhado muito espaço dentro das empresas, mas afinal o que é um PDI e como realizar um plano de desenvolvimento individual.

Esta ferramenta de desenvolvimento individual é utilizada como uma forma de alinhar os interesses da empresa com os dos colaboradores. Além de possibilitar o crescimento destes profissionais.

O que é um Plano de desenvolvimento individual (PDI) ?

Um plano de desenvolvimento individual ou como também é chamado de PDI é basicamente um programa interno das empresas, que oferece um direcionamento para as carreiras dos funcionários.

O PDI é muito utilizado para o desenvolvimento de habilidades e competências dos profissionais, mas vale ressaltar a importância de um bom planejamento antes de colocar em prática o plano de desenvolvimento pessoal dentro de uma empresa. Um bom PDI deve  conter principalmente as metas e os prazos antes de ser colocado em prática. Além de ter como objetivo central investir no preparo e capacitação dos funcionários para que eles cresçam e prosperem dentro da empresa. 

Sendo assim, o plano de desenvolvimento pessoal é essencial para as empresas que têm como objetivo o seu próprio  crescimento e o crescimento simultâneo de seus colaboradores, promovendo uma cultura meritocrática de profissionais de alta performance.

Qual o impacto do PDI nas empresas?

O Plano de desenvolvimento pessoal tem se tornado cada vez mais importante dentro das empresas por diversos fatores, são eles:

  • O PDI ajuda as empresas e funcionários a caminharem rumo ao mesmo objetivo; 
  • O PDI ajuda na identificação dos pontos fortes e a serem melhorados pela empresa e principalmente pelos profissionais;
  • O PDI ajuda a estabelecer um plano de ação mais concreto baseado no desenvolvimento dos profissionais;
  • O PDI ajuda na aceleração e na obtenção de resultados;
  • O PDI ajuda a elevar a produtividade e o engajamento;
  • O PDI ajuda na organização dos processos; 
  • Aproxima o gestor e o colaborador.

Além de ser uma metodologia importante dentro das empresas, o PDI possui objetivos específicos para cada profissional. O objetivo dessa estratégia é impulsionar as habilidades e preparar os colaboradores para um crescimento dentro da organização e uma possível promoção. 

Como colocar o PDI em prática?

Por se tratar de um plano de desenvolvimento individual o processo deve ser personalizado e adaptado para cada indivíduo. Por isso, é ideal a elaboração de uma trilha para indicar o caminho a ser percorrido para o desenvolvimento individual. Para isto, é importante seguir as etapas a seguir para que o PDI tenha sucesso:

  1. Avaliação de Desempenho

A avaliação de desempenho é importante para conhecer melhor sobre o colaborador e principalmente para melhor desenvolvê-lo. Na avaliação de desempenho não existe dedução sobre a pessoa, mas  sim respostas concretas e verdadeiras, desta forma o PDI se torna mais adequado para cada membro da empresa. 

A avaliação de desempenho ajuda a empresa a ter um mapeamento das competências de cada profissional, também as que precisam ser desenvolvidas e as que devem ser adquiridas. E com o resultado da avaliação de desempenho é possível que o PDI tenha uma eficácia muito maior. 

  1. Definição dos objetivos e metas

Para que o PDI dê certo é importante que se tenha metas e objetivos bem definidos e claros. Para isso, tudo deve ser alinhado com a equipe e assim o desenvolvimento de todas as competências acontecerá de forma gradual. 

Por isso, divida as metas em partes de acordo com seus objetivos a curto, médio e longo prazo e acompanhe o andamento de todas as etapas. 

  1. Análise de custos

Analisar os custos ajudará entender o quanto pode ser investido nesse processo de desenvolvimento individual. Além de te ajudar a decidir quais serão as etapas do processo estratégico e operacional. 

Por isso, é importante que seja feito um acompanhamento do orçamento disponível para o PDI e que também seja calculado o retorno do investimento realizado no plano de desenvolvimento individual. 

  1. Mapei as competências.

A etapa de mapeamento das competências é extremamente importante para o PDI que vai te ajudar a analisar e mapear as competências importantes de cada colaborador, além de ajudar a selecionar e desenhar quais são as competências que precisam ser desenvolvidas para atingir os objetivos da empresa e individuais. 

O mapeamento de competências ajuda os gestores  e a liderança a entender se o time precisa de um investimento maior ou menor e se eles estão desempenhando bem as funções que foram atribuídas, ou se precisam de um acompanhamento e desenvolvimento mais próximo ou específico. 

  1. Forneça Feedbacks

Após a realização das etapas anteriores, o processo de aplicar feedbacks se inicia, esta etapa é importante para que todos os profissionais entendam sua pontuação na avaliação de desempenho e saibam onde devem melhorar e onde devem continuar caminhando. Além de auxiliar no alinhamento entre empresa e funcionários, ajuda a deixar claro o que precisa ser desenvolvido e quais habilidades são carentes do profissional.

Estas foram as 05 etapas que um plano de desenvolvimento pessoal precisa passar para que seja colocado em prática de forma eficiente, mas lembre-se todas estas etapas se tornam mais eficientes quando é pensado em conjunto com o líder e o liderado. 

Share on linkedin
Share on google
Share on facebook
Share on twitter

Outros artigos que podem te interessar

Automatização do Cálculo de PLR: Superando Desafios e Maximizando Benefícios.

Neste artigo, iremos descobrir juntos como a automatização do cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) pode te ajudar a superar desafios, maximizar benefícios e simplicar operações. O cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma tarefa complexa que envolve diversos parâmetros, variáveis e considerações. Realizá-lo manualmente impõe uma série de desafios

Programas de Incentivos Variáveis: Cinco Dicas para criar um programa de incentivos variáveis bem-sucedido.

Implementar um programa de incentivos variáveis é uma estratégia poderosa para motivar equipes e impulsionar o desempenho em 2024. Contudo, o sucesso dessa iniciativa requer uma abordagem cuidadosa e estruturada. Neste artigo, exploraremos cinco dicas essenciais para criar e manter um programa bem-sucedido que não apenas motive, mas também contribua para o sucesso geral da

Impulsionando Equipes: Estratégias de Incentivo que Transformam Resultados

Se você busca não apenas atingir metas, mas superá-las com uma equipe motivada e engajada, é hora de ir além dos métodos convencionais. Descubra como as estratégias de incentivo, sejam elas financeiras ou não, podem ser poderosos catalisadores para elevar não apenas a produtividade, mas também o moral e a coesão da equipe. 1. Incentivos

Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente

    pt_BR