Como gerenciar a performance através da remuneração variável.

Como gerenciar a performance através da remuneração variável.

Guia para gerenciar a performance com eficiência a remuneração variável.

A remuneração variável se tornou um método para recompensar os funcionários baseado em sua performance. É uma forma eficaz de motivar e reter os melhores talentos, bem como garantir que os funcionários trabalhem em prol dos mesmos objetivos. Por isso, elaboramos neste artigo um guia sobre Como gerenciar a performance através da remuneração variável. Confira! 

Por que a Remuneração Variável é um Método Eficaz para gerenciar a performance do seu time?

A remuneração variável pode ser usada para recompensar a performance individual ou da equipe, ou pode ser usada para incentivar os funcionários com recompensas adicionais por concluir tarefas específicas ou atingir determinados objetivos. A remuneração variável é um método eficaz, pois  ao usar remuneração variável, os empregadores podem criar um sistema de recompensas mais equitativo que incentiva o engajamento e a produtividade dos funcionários.

Estabelecer um plano de remuneração variável consistente em buscar o equilíbrio interno e externo de seu cargo e estrutura salarial (salário fixo), e ter um sistema que premie os resultados do profissional em termos de participação ou contribuição para o alcance de resultados (salário variável).

Por outro lado, a remuneração variável é como uma recompensa que complementa a remuneração fixa e é paga pela entrega do funcionário, alcance de metas e resultados positivos. É uma estratégia para engajar, reconhecer, valorizar e motivar sua equipe.

Existem várias formas de calcular a remuneração variável, e elas dependem do tipo de remuneração que sua empresa escolher. Uma das formas mais tradicionais de cálculo é por meio de planilhas, mas esse método traz grandes transtornos e possibilidade de erro.

Compreendendo os diferentes tipos de opções de remuneração variável e suas vantagens e desvantagens.

Os quatro modelos de remuneração variável mais comuns são: comissão, participação nos lucros, prêmios e incentivos.

Comissão

A comissão é um benefício monetário relacionado às porcentagens das vendas realizadas em um período de tempo pré-determinado. Ou seja, não faz parte do salário e nem é um custo fixo, mas sim um tipo de remuneração variável. É aplicada muitas vezes em empresas de comércio, que oferecem produtos e serviços no formato de vendas B2B e também nos negócios de varejo.

O significado de comissão está diretamente relacionado com a recompensa destinada aos colaboradores que tiveram um bom desempenho e alcançaram suas metas. Essa estratégia é um complemento do salário fixo, o que pode ser um fator motivacional para melhorar os resultados e aumentar a produtividade em relação aos objetivos organizacionais.

Participação nos lucros

PLR é uma sigla para Participação nos Lucros ou Resultados. É um benefício pago pela empresa aos empregados e funciona como um bônus pela participação do colaborador. O valor recebido é uma porcentagem calculada de acordo com a lucratividade da companhia naquele ano.

Como o principal objetivo da PLR é incentivar a busca das metas por meio da valorização do trabalho de cada funcionário, as condições do benefício são flexíveis. Isso quer dizer que não existe uma estipulação legal que determine a data ideal para pagamento pela empresa.

Por isso, a PLR pode ser paga uma vez por ano ou semestralmente, e isso varia de acordo com o definido em contrato. Também podem ser combinadas as formas de pagamento a partir da lucratividade da empresa e existem duas maneiras que são as mais adotadas no mercado.

Prêmios

A premiação é uma bonificação por resultados que a empresa pode oferecer ao colaborador que se destaca em determinado período como um reconhecimento pelo bom desempenho. Esse bônus pode ser concedido de diferentes maneiras e, salvo exceções, não gera encargos trabalhistas para o empregador.

Algumas boas ocasiões para fazer a premiação incluem:

  • Quando uma meta é superada;
  • Quando a empresa lucra em determinado período;
  • Quando a equipe elege um funcionário de destaque;
  • Quando um colaborador se sobressai constantemente;
  • Quando a atitude de algum funcionário merece ser premiada.

Incentivos

Incentivos corporativos são benefícios que a empresa pode dar ao seu colaborador para oferecer experiências marcantes e modificar a relação empregado-empregador. São, também, considerados vantagens capazes de criar memórias agradáveis entre seus funcionários, e que os façam sentir que podem crescer profissionalmente. Esses incentivos servem para motivar os colaboradores a cumprir suas tarefas com excelência e aumentar sua produtividade cada vez mais, fazendo-os se sentir satisfeitos.

Eles vão se empenhar no programa de incentivos, evitando faltar ao trabalho por qualquer motivo, por exemplo. Ainda, essas bonificações auxiliam na retenção de colaboradores qualificados, reduzindo a rotatividade nos quadros da empresa. Afinal, quem vai querer abrir mão da chance de receber premiações pelo seu bom trabalho? Além disso, a empresa se torna mais atrativa para novos talentos, pois futuros funcionários buscam um ambiente e clima organizacional agradável e produtivo.

Os benefícios do uso da remuneração variável para empresas e funcionários.

A remuneração por resultado possui ambas vantagens e desvantagens. O ideal é avaliar esses pontos antes de implementar este tipo de programa de remuneração. Fique atento às situações que podem ocorrer ao aplicar em seu negócio.

  1. Para as empresas, a remuneração variável incentiva os funcionários a produzirem mais, pois eles serão recompensados ​​por sua performance. Isso pode aumentar a produtividade da empresa.
  2. Para os funcionários, a remuneração variável lhes permite ter um salário maior e maior estabilidade financeira.
  3. Para as empresas, a remuneração variável incentiva os funcionários a serem mais leais à empresa, pois sabem que serão recompensados ​​por trabalhar mais.
  4. Para os funcionários, a remuneração variável aumenta a motivação e o compromisso com suas tarefas, pois sabem que seu trabalho resultará em lucro adicional.
  5. Para as empresas, remunerar seus funcionários com remuneração variável pode melhorar sua reputação, pois evidencia que uma empresa se preocupa com o bem-estar de seus funcionários.

Melhores práticas para implementar um sistema de remuneração variável em sua organização

É importante que a organização se informe em relação às condições legais específicas para esse tipo de modalidade de renda, além de utilizar indicadores e métricas que avaliem e permitam o controle do desempenho dos funcionários.

Outras medidas devem ser consideradas, como os valores de bônus e prêmios e, ainda, o acompanhamento da performance dos profissionais. A gestão deve realizar um levantamento detalhado dos números e calcular o potencial de retorno de todo o investimento para mensurar quanto dinheiro a companhia vai lucrar ou perder.

As regras e os critérios para os colaboradores devem ser claros e objetivos a fim de que a equipe não fique com dúvidas e se organize para atender às metas do negócio.

  1. Estabelecer objetivos claros e medíveis para a remuneração variável.

Será preciso que os gestores definam objetivos que devem ser atingidos pelos colaboradores para que a remuneração variável seja paga. Por exemplo, é importante estabelecer quanto será o valor da remuneração, quais os prêmios de acordo com o salário e quais profissionais participarão do programa.

Também é interessante apresentar um cronograma bem detalhado com os períodos em que cada objetivo deve ser cumprido. Com isso, fica mais simples acompanhar o desempenho e o cumprimento das metas tanto individuais quanto coletivas.

  1. Implementar um plano de remuneração variável que se alinhe com os objetivos de negócios da empresa.

Definir um plano de remuneração variável que esteja alinhado com os objetivos de negócios da sua empresa é essencial para que a implementação da remuneração variável da sua empresa ocorra bem. Se a remuneração variável não tiver uma conexão direta com a estratégia da sua empresa os resultados podem tomar qualquer direção e este não é o objetivo da empresa. 

A maioria das empresas sabem para onde ir e como chegar, porém muitas vezes não engajam sua equipe da maneira correta.  Por isso, para definir um plano de remuneração variável de forma simples, é preciso primeiro identificar seus principais objetivos estratégicos, definindo o que eles representam para a sua empresa no sentido estratégico.

3 – Recompense as ações que engajem nos resultados. 

Para recompensar as ações que engajem nos resultados dos profissionais e nas equipes você precisa gerar valor dentro da sua empresa e para isso é importante duas ações: 

  • A valorização do resultado através da remuneração variável ou até mesmo outros meios de incentivo e reconhecimento. 
  • Acompanhamento contínuo de todas as ações e fases dentro da empresa, faz com que a equipe sinta confiança e acabe se engajando para entregar o esperado.

Procure gerar valor, confiança e reconhecimento com o seu time desta forma o engajamento e aceitação será mais fácil e verdadeira. 

4 – Use um software de gestão de resultados.

Tenha um software de gestão de resultados dentro da sua empresa para acompanhar todo o processo, medir os resultados e transmitir as metas e objetivos de forma simples e transparente. Além disso, o seu time, além de estar ciente de como está o seu desempenho ele também consegue capturar novas oportunidades de negócio e melhorar ainda mais sua performance. 

O mercado de softwares oferecem diversos softwares com diversas funcionalidades, porém é muito importante escolher um software flexível, de fácil implementação e que facilite todos os processos dentro da sua empresa.

Para saber mais sobre, o que um software deve ter e oferecer para sua empresa, leia este artigo:

Quais são os benefícios de um software de gestão de performance

Não adianta planejar, alinhar, pôr em prática e não acompanhar e analisar os resultados, pois é através do acompanhamento dos dados que você entenderá qual foi o resultado, e se é necessário realizará algum tipo de ajuste. Para facilitar, otimizar o tempo e evitar erros, tenha um bom software de gestão de recompensa e resultados para te ajudar.

Estruturar um plano de remuneração variável é um passo muito importante para o crescimento do seu negócio. A AchieveMore é uma plataforma especializada em gestão de resultados com especialistas dedicados a ajudar e alavancar sua empresa. Nossa meta é o seu resultado!

Share on linkedin
Share on google
Share on facebook
Share on twitter

Outros artigos que podem te interessar

Automatização do Cálculo de PLR: Superando Desafios e Maximizando Benefícios.

Neste artigo, iremos descobrir juntos como a automatização do cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) pode te ajudar a superar desafios, maximizar benefícios e simplicar operações. O cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma tarefa complexa que envolve diversos parâmetros, variáveis e considerações. Realizá-lo manualmente impõe uma série de desafios

Programas de Incentivos Variáveis: Cinco Dicas para criar um programa de incentivos variáveis bem-sucedido.

Implementar um programa de incentivos variáveis é uma estratégia poderosa para motivar equipes e impulsionar o desempenho em 2024. Contudo, o sucesso dessa iniciativa requer uma abordagem cuidadosa e estruturada. Neste artigo, exploraremos cinco dicas essenciais para criar e manter um programa bem-sucedido que não apenas motive, mas também contribua para o sucesso geral da

Impulsionando Equipes: Estratégias de Incentivo que Transformam Resultados

Se você busca não apenas atingir metas, mas superá-las com uma equipe motivada e engajada, é hora de ir além dos métodos convencionais. Descubra como as estratégias de incentivo, sejam elas financeiras ou não, podem ser poderosos catalisadores para elevar não apenas a produtividade, mas também o moral e a coesão da equipe. 1. Incentivos

Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente

    pt_BR