Práticas essenciais para dar feedbacks positivos e negativos.

Práticas essenciais para dar feedbacks positivos e negativos.

Práticas essenciais para dar feedbacks positivos e negativos.

Práticas essenciais para dar feedbacks positivos e negativos.

Dar feedbacks independente de ser positivo ou negativo é considerado uma prática essencial para o desenvolvimento profissional dos colaboradores. Essa prática tem se tornado cada vez mais presente e essencial no cotidiano das empresas, pois é com a prática de dar feedbacks que os líderes aproveitam para reconhecer bons resultados, mas também para apontar pontos de melhoria ou orientar uma melhor execução da tarefa. Confira quais são as práticas essenciais para dar feedbacks positivos e negativos.

Vale lembrar que além de ser uma prática importante esta ação precisa ser um ato construtivo, pois quando um feedback é mal conduzido ou até mesmo não acontece pode acabar impactando na queda de desempenho e resultado do colaborador, e comprometendo até mesmo a produtividade de todo time.

Ao longo deste artigo vamos abordar esta prática mais a fundo e falar sobre práticas essenciais para dar feedbacks positivos e negativos.

Afinal o que é e como surgiu a prática do Feedback?

O termo feedback vem do inglês que significa “realimentar” ou “dar uma resposta”. Dentro da área de gestão de pessoas essa prática é muito importante para desenvolvimento pessoal e profissional tanto de quem dá como de quem recebe o feedback.

O feedback é muito mais do que simplesmente reconhecer ou advertir alguém por determinado comportamento ou tarefa realizada. O principal objetivo da prática de dar feedback é desenvolver e aprimorar as habilidades e construir um relacionamento de confiança entre o profissional e o líder.

Qual a importância de dar feedback?

Sabemos que o feedback ajuda a acompanhar e desenvolver o desempenho do colaborador, identificando e ajustando os pontos positivos e negativos, além de ser um fator de grande importância na hora de realizar uma avaliação de desempenho.

O ato de dar feedbacks não necessariamente precisa acontecer somente junto com as avaliações de desempenho, mas precisa acontecer constantemente para que a empresa possa contribuir para o desenvolvimento e retenção de talentos é importante ter uma cultura de feedback.

Além disso, o ato de dar feedback não deve acontecer de forma unilateral ou seja do líder para o liderado, mas também de forma contrária. O feedback é uma ferramenta importante para todas as áreas da empresa independentemente do nível hierárquico.

Como diferenciar um feedback positivo de um negativo?

Pode até parecer óbvio, mas existem diferenças que fazem total sentido. Principalmente porque eles não devem acontecer em qualquer momento e situações.

Por exemplo, um feedback positivo pode ser dado em público, como falar de um bom comportamento, atitude proativa ou até mesmo a facilidade em resolver alguma questão em específico.

O feedback positivo também é importante para mostrar que o desenvolvimento do colaborador tem sido notado e que a empresa se preocupa com sua performance além dele saber que suas atitudes vêm sendo reconhecidas e recompensadas.

Já o feedback negativo e apesar de carregar este nome muitas vezes se torna mais importante do que o feedback positivo. É através dele que os líderes evidenciam os pontos de melhoria e até mesmo o que tem afetado o seu desempenho no cotidiano da empresa.

Mas, claro, assim como o feedback positivo o negativo precisa ser realizado adequadamente, diferente do positivo também ele precisa ser aplicado de forma individual ou seja não em público, desta forma você não estará expondo e nem envergonhado o profissional.

Além de tudo, o feedback negativo precisa ser alinhado entre os líderes e os liderados para que desta forma o profissional de desenvolva e eleve sua performance. E por se tratar de um feedback negativo não deixa com que o colaborador se sinta desconfortável ou desmotivado, mas que ele se sinta motivado a melhorar cada vez mais. Por isso, pense bem nas palavras que vai utilizar e em seu tom de voz, mostre para ele que você não está ali para apontar os erros e sim que tem a intenção de ajudá-lo.

Lembre-se o feedback deve ser uma prática constante e saudável dentro da empresa e todos independente do nível hierárquico precisa dar e receber feedback.

Share on linkedin
Share on google
Share on facebook
Share on twitter

Outros artigos que podem te interessar

Automatização do Cálculo de PLR: Superando Desafios e Maximizando Benefícios.

Neste artigo, iremos descobrir juntos como a automatização do cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) pode te ajudar a superar desafios, maximizar benefícios e simplicar operações. O cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma tarefa complexa que envolve diversos parâmetros, variáveis e considerações. Realizá-lo manualmente impõe uma série de desafios

Programas de Incentivos Variáveis: Cinco Dicas para criar um programa de incentivos variáveis bem-sucedido.

Implementar um programa de incentivos variáveis é uma estratégia poderosa para motivar equipes e impulsionar o desempenho em 2024. Contudo, o sucesso dessa iniciativa requer uma abordagem cuidadosa e estruturada. Neste artigo, exploraremos cinco dicas essenciais para criar e manter um programa bem-sucedido que não apenas motive, mas também contribua para o sucesso geral da

Impulsionando Equipes: Estratégias de Incentivo que Transformam Resultados

Se você busca não apenas atingir metas, mas superá-las com uma equipe motivada e engajada, é hora de ir além dos métodos convencionais. Descubra como as estratégias de incentivo, sejam elas financeiras ou não, podem ser poderosos catalisadores para elevar não apenas a produtividade, mas também o moral e a coesão da equipe. 1. Incentivos

Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente

    pt_BR