Como definir KPIs: estratégicos, táticos e operacionais da melhor forma?

Como definir KPIs: estratégicos, táticos e operacionais da melhor forma?

Como definir KPIs: estratégicos, táticos e operacionais da melhor forma?

Não importa qual seu tipo de negócio, uma coisa é certa, para crescer sua empresa precisa de monitoramento constante, e os KPIs são uma ótima ferramenta para isso. O uso dos KPIs corretos é fundamental para a estruturação de estratégias de crescimento e acompanhamento do desempenho das áreas da empresa. Mas afinal, você sabe como definir KPIs: estratégicos, táticos e operacionais da melhor forma?  

Toda organização, não importa quão grande ou pequena ela seja, possui três níveis de estrutura e planejamento, a saber: estratégico, tático e operacional. Em todos os níveis, além de importante, é fundamental definir KPIs para permitir que sua empresa acompanhe seus resultados. Neste conteúdo vamos detalhar o que são KPIs e como implementar essa ferramenta de gestão na sua empresa com algumas dicas matadoras.

Se você ainda não sabe o que de fato são KPIs, antes de continuar essa leitura, confira esse artigo para você se aprofundar ainda mais no assunto: 

Entenda o que é KPI e sua importância para realizar análises.

Qual a importância de definir KPIs para a minha equipe e empresa?

Vamos fazer um exercício: Imagine que você gerencia um negócio sem saber o que, quando, como ou mesmo por quê. Parece incrível, não é? Não apenas métricas (coisas para medir), os KPIs são importantes para o seu negócio e seus objetivos, ou seja, se uma métrica é relevante para o seu negócio, ela se torna um Key Performance Indicator (KPI).

A partir do momento que você iniciar o processo de implantação dessa ferramenta, sua empresa terá um mecanismo de gestão para deixar mais claros os objetivos do negócio e, assim, trabalhar para alcançá-los.

Entenda a diferença entre os KPIs: estratégicos, táticos e operacionais.

O que é KPIs estratégicos?

O nível de planejamento estratégico de uma empresa está relacionado ao conselho de administração. Aqui, é revisada a situação atual do empreendimento e a previsão de curto ou longo prazo, ou seja, o macro-objetivo do empreendimento.

Os KPIs estratégicos geralmente estão relacionados ao faturamento, ou seja, receita total, novos produtos, volume de vendas, eficiência, taxa de crescimento, etc. As métricas estratégicas costumam ser usadas como referência para determinar se os outros níveis de planejamento estão alcançando bons resultados para se alinharem aos maiores objetivos da empresa.

O que é KPIs táticos? 

Se os KPIs estratégicos estão no nível do conselho, os KPIs táticos estão no nível de gerenciamento de cada departamento.

São elaborados indicadores-chave de desempenho táticos para cada área da empresa, delineando ações que contribuem para o planejamento estratégico da empresa.

O que é KPIs operacional? 

Aqui, as ações de acompanhamento são muito mais íntimas e muito específicas, pois podem atingir pessoas específicas ou pequenos grupos dentro de um departamento.

Ao contrário dos KPIs estratégicos, que possuem uma perspectiva futura e de longo prazo, os KPIs operacionais são de curto prazo, geralmente diários ou semanais, pois se relacionam com a linha de frente da empresa.

Saiba como definir os KPIs: estratégicos, táticos e operacionais.

Os KPIs da sua empresa devem ser SMART! As metas SMART é um acrônimo de uma metodologia para Specific, Measurable, Achievable, Realistic and Time-bound, ou seja, específico, mensurável, alcançável, realista e com prazo. Em outras palavras, para definir os KPIs da sua empresa, você precisa planejá-los conscientemente de forma precisa e fácil de comunicar.

Deve ficar claro que os KPIs não funcionam como mágica. Muitos planos são baseados em métricas de avaliação. Por exemplo: se eu quiser aumentar as vendas (estratégia), pode fazer sentido verificar o número de leads atendidos, propostas enviadas e atividades realizadas (operações), não é mesmo?

Considere o seguinte: 

  •  O que valorizar? Qual é a sua pergunta de negócios. Ex.: Quer vender mais? 
  •  Variáveis ​​de classificação. Quais informações respondem a essa pergunta? 
  •  Organize as informações, remova o irrelevante. Comece simples e vá aumentando gradativamente a maturidade. 
  •  Analisar dados. Qual ferramenta é usada? 
  • Execute os testes. Sim, precisamos experimentar e entender qual é a melhor estrutura de dados. 
  • Encontrado? Faça disso um processo e permaneça consistente.

Em resumo, além de definir os melhores KPIs estratégicos, táticos e operacionais da melhor forma é muito importante você também acompanhar. Para isso, é necessário estabelecer relatórios e reuniões regulares para visualizar e agir sobre os números. Não se esqueça que ao definir isso, você precisa saber que tipo de KPIs devem ser abordados, ou seja, está mostrando números operacionais produtivos no nível de gestão do setor? Pense nisso e crie uma rotina de processos determinados e focados. 

 Quando é hora de colocar a mão na massa, existem diferentes maneiras de desenvolver  KPIs e acompanhar métricas. Contar com softwares de gestão de performance é uma das melhores e principais iniciativas para você poder acompanhar e alavancar seus resultados da forma correta. 

Share on linkedin
Share on google
Share on facebook
Share on twitter

Outros artigos que podem te interessar

Automatização do Cálculo de PLR: Superando Desafios e Maximizando Benefícios.

Neste artigo, iremos descobrir juntos como a automatização do cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) pode te ajudar a superar desafios, maximizar benefícios e simplicar operações. O cálculo da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma tarefa complexa que envolve diversos parâmetros, variáveis e considerações. Realizá-lo manualmente impõe uma série de desafios

Programas de Incentivos Variáveis: Cinco Dicas para criar um programa de incentivos variáveis bem-sucedido.

Implementar um programa de incentivos variáveis é uma estratégia poderosa para motivar equipes e impulsionar o desempenho em 2024. Contudo, o sucesso dessa iniciativa requer uma abordagem cuidadosa e estruturada. Neste artigo, exploraremos cinco dicas essenciais para criar e manter um programa bem-sucedido que não apenas motive, mas também contribua para o sucesso geral da

Impulsionando Equipes: Estratégias de Incentivo que Transformam Resultados

Se você busca não apenas atingir metas, mas superá-las com uma equipe motivada e engajada, é hora de ir além dos métodos convencionais. Descubra como as estratégias de incentivo, sejam elas financeiras ou não, podem ser poderosos catalisadores para elevar não apenas a produtividade, mas também o moral e a coesão da equipe. 1. Incentivos

Gostou? Inscreva-se para receber mais conteúdos como esses gratuitamente

    pt_BR